• SD Positivo

BEM-ESTAR FINANCEIRO, POR QUE ISSO IMPORTA PARA O RH?

Atualizado: Mai 27


O bem-estar financeiro é a capacidade de uma pessoa administrar sua vida financeira com controle de qualquer situação, seja se preparando para o futuro ou para qualquer evento inesperado. Mal administrado, causa grande impacto monetário, na qualidade de vida por gerar problemas na saúde física e mental e nos relacionamentos interpessoais, os quais afetam negativamente o local de trabalho e reduzem o desempenho.


O investimento em bem-estar financeiro está diretamente relacionado a melhora dos indicadores de desempenho da organização tais como redução do turnover, aumento da lucratividade, melhora do clima organizacional e promoção da marca entre outros. O bem-estar financeiro influencia importantes indicadores como absenteísmo, índice de reclamação trabalhista, retenção de talentos, produtividade, satisfação dos funcionários (valorização do profissional) e da melhora do nível de envolvimento do profissional reduzindo o presenteísmo.

Em todas as fases de uma carreira, desde o programa de estágio ao plano de aposentadoria, existem várias dúvidas dos funcionários do que fazer em relação as suas finanças conforme o seu momento pessoal e profissional:

  • Um estagiário pode ter contraído crédito estudantil e estar endividado,

  • Outra funcionária descobre que está grávida,

  • Outro não sabe onde aplicar suas economias,

  • A maioria dos trabalhadores não tem certeza do nível de poupança necessário para se aposentar,

  • Muitos demonstram preocupação com a falta de dinheiro na velhice,

  • Existem trabalhadores pedindo demissão para usar a verba rescisória para quitar dívidas,

  • Mas existem também trabalhadores pedindo orientação sobre outros aspectos de suas vidas financeiras.

E como os empregadores podem apoiar o bem-estar financeiro dos funcionários?

Criando um ambiente propício para abordar o tema sem preconceito e sem exposição dos profissionais, e disponibilizando um canal sigiloso onde os profissionais obtenham assistência ou aconselhamento para conquistar o bem-estar financeiro.

Avalie a implementação de programas de educação e de bem-estar financeiro que ofereçam ferramentas e conteúdo para aprendizado, bem como ferramentas e conteúdo para autoconhecimento além de estímulo para mudança de comportamento, acompanhamento de metas e indicadores de evolução juntamente com “dicas” apropriadas em qualquer fase das carreiras dos trabalhadores. Considere também programas flexíveis com soluções tecnológicas (plataforma especializada, chat, EAD etc.) e consultoria presencial (palestras, consultoria individual) conforme o perfil dos profissionais e cultura da empresa.


Ao contemplar e valorizar todos os profissionais com este benefício, além de ajudar os funcionários, a empresa reduz custos e melhora os indicadores de desempenho.

Por Jose Roberto Falcone

22 visualizações

© 2019 SD Group

Powered by Adaptma